segunda-feira, 6 de abril de 2009

Há maneiras de interpretar as coisas. Da perspectiva de quem se senta "politicamente" na calçada a culpa é dos bem vestidos e vai ser sempre, para os bem vestidos esses vão ser sempre uns desocupados querendo chamar atenção...
E isso pode, e é provável que vá funcionar até a morte de cada um, pra cada um, e nunca se sabera quem estava certo. E o exemplo foi só um exemplo.

3 comentários:

Paulo Yama disse...

O mundo está relativista e parece mais um saco de batatas...

Tati Plens disse...

batata, tata!

eu desconfio que me vejo parte disso... às vezes é só o nosso ponto de vista que insiste em dizer que é mais certo que os demais...

Tati Plens disse...

viver tentando evitar as generalizações, daí a gente cai no ponto de vista e lá vai gerar outra generalização, que tudo que não se encaixa nele, não vale nada...
tentar olhar tudo amplo e no final parece que estamos presos nessa visão individual...