segunda-feira, 23 de março de 2009

Parece que toda vez que eu vou ao supermercado eu vejo um produto diferente novo na seção de congelados. Porra, daqui a pouco ninguém mais vai saber cozinhar! Tempos atrás, pra comer um pão as pessoas tinham que comprar a farinha, o fermento, e os outros ingredientes - que eu não sei quais são - preparar a massa, deixar-lá descansar pra depois assar. E como se não bastasse a mordomia que a gente tem de comprar o pão já feito da padaria, inventaram o pão congelado: ora, pra quê perder todo esse tempo fazendo pão? Parece que ninguém mais tem tempo e nem saco pra fazer a própria comida; temos que recorrer a restaurantes - o que inclui o bandejão e os fastfoods -, ou a congelados sem-vergonha-e-sem-perda-de-tempo para acompanhar o ritmo do trabalho.

Comer é uma das necessidades mais primordiais do homem e parece que saber cozinhar vem se tornando uma habilidade cada vez mais rara.
- Pra quê saber cozinhar se eu posso pagar pra comer?

9 comentários:

Paulo Yama disse...

Eu pago dois reais por refeição!

mauricio-caetano disse...

vc não cozinha pra realizar as outras tarefas que te cabem

Anônimo disse...

... e viva o mundo corrido das tarefas!

Pri disse...

Porque saber cozinhar sai mais barato que comer no bandejão todos os dias!

Fernando disse...

Pão = água + farinha + fermento + sal...

E é isso que eu mais sinto falta na França: almoço de duas horas POR LEI, hahaha... Com um horário desses é impossível não comer direito e bem, :D

Anônimo disse...

eu nao faço comida porque eu não sei. e não como pão porque a padaria é muito longe... MAS acho que alguém tem que fazer... mesmo que a gente ache pronto no mercado, alguém TEM que fazer meu deus do céu que fome!

ava disse...

anonimo = ava

fernando morsa disse...

yama depois eu te ensino fazer pão!

Harry disse...

Acho triste ver que o progresso leva a uma degeneração da raça humana. Desaprendemos a cozinhar, a nobre (e tão negligenciada) arte da culinária se perderá nas areias do tempo porque ninguém mais precisa cozinhar para comer… nem para acasalar.