quinta-feira, 22 de setembro de 2011

uma frase de efeito

a gente sabe que existem por aí inúmeras frases bastante bonitas de poetas, músicos, escritores, filósofos, enfim, de pensadores em geral. frases que causam impacto e "sacodem". aí a galera dá uma de metida a besta e posta isso no facebook pra mostrar sua enoorme erudição. ou, ainda, pra se mostrar metida a mais do que besta, a galera cria alguma frasesinha de efeito esperta.

acho que as frases de efeito começaram a surgir de modo propagandístico mais parecido com as de hoje lá no começo do século XX, quando os partidos políticos precisavam reunir um maior número de membros. os de esquerda tinham algumas que são bastante bonitas do tipo "socialismo ou barbárie" ou como aquela da rosa luxemburgo "quem não se movimenta, não sente os grilhões que o prendem". tem também aquelas do nazismo, nada bonitas, que criaram o aparato de propaganda cheio de frases de efeito mais eficiente que se tem notícia. aliás, ditaduras em geral costumam gostar dessas frases de efeito, já que elas limitam o pensamento e fazem com que a galera ache que tá entendendo alguma coisa.

me parece que as frases de efeito de facebook, no geral, pretendem (i) mandar recadinhos meio que vingativos ou moralistas pra alguém, (ii) fazer um diagnóstico da situação atual da humanidade e fazer uma crítica a ela e (iii) dizer algo bem metafórico-poético sobre sentimentos subjetivos - do tipo vivo uma vida muito louca e desregrada ou, o contrário, minha vida é muito sofrida e penosa. serião, vc não acha que uma frase de efeito é pouco pra conseguir expressar tudo isso? imagina, por exemplo, como é que uma frase vai reproduzir toda a complexidade dum sentimento duma pessoa? ou então a situação de toda humanidade? tem que ser uma frase realmente bastante foda, que, no mínimo, sabe exatamente o que quer dizer com cada palavra e que tem um pensamento mais ou menos elaborado por trás; assim, uma frase pode ter alguma dessas pretensões. mas, já que isso dá muito trabalho e já que essas frases mesmo vazias continuam a ser bonitas, impactantes e são apropriadas pra fazer propaganda de intelectualidade própria, a galera acaba optando pelo caminho fácil de citar/criar uma frase de efeito qualquer.

as frases de efeito gostam de procurar um vilão genérico. pode ser o cara que fez vc ficar ofendido, a humanidade em geral (ou, pra usar um nome de efeito, a sociedade de consumo, o capitalismo, ou, ainda, como nas músicas punk mais revoltadas, simplesmente "eles") e pode ser também a própria existência do capiar criador de frases, geralmente enunciada com metáforas aleatórias. dialogar que é bom, pra quê?, se é possível expressar sobre tudo e parecer legal em uma frase só?

tudo isso pra dizer que frases de efeito são sempre pretensiosas e, no mais das vezes, bem toscas e rasas. mas não tô querendo podar a tentativa de criatividade de ninguém, não é isso. e nem estou dizendo que toda frase de efeito é digna de pena. na real, o que é uma mierda é o uso fora de contexto, a tentativa de mostrar pro mundo sua própria erudição e a repetição das mesmas críticas lugar-comum que esse tipo de frase costuma conter. colecionar frases de efeito NÃO é sinal de inteligência. aliás, fazer tal coleção nem faz muito sentido, já que a biblioteca da internet nos dá uma sempre que quisermos. hoje, qualquer ser alfabetizado pode procurar no google meia dúzia de frases de efeito. ou, ainda, pode criar alguma recheada com qualquer metaforazinha pra soar poético. e é claro que nada disso vai fazer sentido se não for postado no facebook ou contado pra galera.

3 comentários:

Paulo Yama disse...

eu tô meio alterado, mas prometo que não vou editar isso depois

sHankar disse...

finalmente encontro um blog com mentes Alike :) muitos parabens, li varios textos e gostei bastante! Continuem. Sigam o meu blog caso queira, é mais pessoal mas pode ser que gostem de algo :)
deambulacao-mental.blogspot.com

d U a R t E n U n O disse...

Gostei do seu blog, espero que possa passar pelo meu e dizer o que acha, muito obrigado.

http://humanavisio.blogspot.pt/